Comprar um veículo nos Estados Unidos é bastante atraente por causa dos preços e das condições de uma maneira geral. Com juros mais baixos e carros mais baratos, é possível estar em um ótimo veículo sem precisar sacrificar o orçamento.

Porém, é importante saber que quase sempre é preciso oferecer uma entrada na hora da compra. Por isso, mesmo que você vá financiar, é necessário se preparar para dar entrada em um carro nos EUA.

Para saber quanto e como economizar para pagar essa entrada, continue a leitura deste post e confira algumas dicas que vão ajudar você no processo!

Por que dar o valor de entrada integral mais impostos?

Na hora de financiar um carro nos Estados Unidos, você vai precisar fazer o pagamento de um imposto que fica em torno de 6% do valor do carro. Esse pagamento acontece apenas no momento da compra, pois não existe IPVA, mas é algo que corre por fora da entrada.

Assim, na hora de pagar a entrada, você precisa levar em consideração o valor desse imposto, e o melhor a fazer é realizar o pagamento da entrada integral mais os impostos. Isso vai diminuir o seu endividamento ao longo do tempo, garantindo que as parcelas fiquem mais baratas.

Além disso, o pagamento ajuda a diminuir o valor da taxa de juros cobrada, já que significa que há menos riscos do financiamento não ser quitado.

De quebra, fazer esse pagamento do valor da entrada integral mais impostos é importante para evitar dores de cabeça. Ao já quitar essas pendências antes de efetivar a compra, você evita problemas relacionados ao não pagamento dos impostos, tornando o processo mais tranquilo.

Não menos importante, em muitos casos, realizar esse pagamento de maneira completa é obrigatório para que você possa tirar o veículo da concessionária.

Quanto você vai precisar economizar para dar entrada em um carro nos EUA?

O valor da entrada integral mais impostos depende do carro que você deseja. Quanto mais barato for o carro, menor é esse valor de uma forma geral. Além disso, também depende da sua situação ligada ao seu crédito, pois quanto melhor ele for, menor é o valor da entrada.

Em geral, a entrada cobrada fica no valor de 10%, mas para estrangeiros que não tenham um crédito tão consistente, essa entrada pode chegar a 20%.

Nesse caso, imagine que você deseja adquirir um veículo seminovo completo no valor de US$ 10 mil. Assim, considerando uma porcentagem de 20%, o valor da entrada será de US$ 2 mil.

Já quanto aos impostos, levando em conta o imposto médio de 6%, o valor total é de US$ 600. Assim, a entrada integral mais impostos será de US$ 2,6 mil.

O financiamento, por sua vez, terá um valor total de US$ 7,4 mil. Se você não pagasse os impostos, por exemplo, o financiamento seria de US$ 8 mil, encarecendo as parcelas de maneira geral.

Já se você quiser um veículo superior, no valor de US$ 20 mil, a entrada vai ficar mais cara. Sendo 20% do valor do veículo, a entrada vai sair por US$ 4 mil.

Além disso, deve-se levar em conta o valor do imposto de 6%, que nesse caso, fica em US$ 1,2 mil. Com isso, a entrada total seria de US$ 5,2 mil, restando o valor de US$ 14,8 para ser financiado.

Como fazer para economizar?

Para conseguir dar entrada em um carro nos EUA você vai precisar se preparar para economizar. Quanto mais você guardar por mês, menor é o tempo necessário para que você saia com a chave do seu novo veículo.

Por isso, o ideal é começar estabelecendo metas de economia. Se você precisa economizar US$ 2,6 mil, você pode definir uma meta de economia de US$ 300 mensais. Nesse caso, você vai precisar de pouco mais de 8 meses para conquistar o valor necessário para dar a entrada.

Se for o caso, você pode procurar uma fonte de renda extra, como um emprego em tempo parcial para juntar o dinheiro referente à entrada.

O fundamental nesse processo é manter o foco no objetivo que é financiar um carro. Quanto mais esforços você fizer nesse sentido, menos tempo vai demorar até que você conquiste esse objetivo e, portanto, possa comprar o seu carro.

Não é recomendado, por outro lado, pedir um empréstimo para dar de entrada. Em primeiro lugar, esse valor entra como um débito no seu Credit Score, o que pode prejudicar a sua avaliação. Além disso, pagar as parcelas de um empréstimo mais as de um financiamento pode ser muito pesado para o seu orçamento — e, aí, você já sabe: atrasar as parcelas significa perder pontos.

Uma boa dica consiste em guardar o valor na sua conta corrente do banco. Isso melhora a sua movimentação financeira por lá, o que permite que o banco te conceda mais crédito em um possível cartão, por exemplo. Eventualmente, isso vai melhorar seu Credit Score e permitir que você faça outros financiamentos mais facilmente.

Quem já tiver um veículo pode usar essa questão a favor na hora de juntar para a entrada. Se a entrada é de US$ 2,6 mil e você tem um veículo usado avaliado em US$ 2 mil, só vai precisar se preocupar em juntar o valor dos impostos. Além de tudo, evita que o seu veículo perca ainda mais valor com a depreciação, gerando vantagens para todos.

Para dar entrada em um carro nos EUA normalmente é necessário pagar de 10 a 20% do valor do veículo. Além disso, é necessário pagar uma média de 6% de imposto, então tudo isso deve ser considerado. Para economizar, estabeleça metas e mantenha o foco para conseguir juntar todo o dinheiro necessário. Assim, não apenas você tem acesso ao veículo, mas diminui o valor das parcelas do financiamento e consegue um processo com menos dor de cabeça!

Quer saber ainda mais sobre o assunto e conquistar o seu carro? Então entre em contato conosco e veja como podemos ajudar você a realizar a compra!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s