Para quem sai de um país quente como o nosso, sobreviver ao inverno americano pode ser a parte mais complicada da imigração.

A temperatura média das cidades mais frias, como Nova York, é de 0 grau Celsius no inverno, podendo chegar a até 13 graus negativos. Fácil não é, mas tudo é recompensado com as belas paisagens que a estação proporciona.

Além das belezas naturais do país, o inverno americano é um espetáculo à parte e pode ser muito agradável. Para isso, basta seguir alguns passos básicos de sobrevivência que ensinaremos a você a seguir.

Como escolher as roupas

Peças maiores

Quem já mora nos Estados Unidos provavelmente conhece essa dica: evite comprar roupas no Brasil. Então, se você está de mudança, deixe para comprar as peças de frio lá.

Além de os preços nos Estados Unidos serem mais em conta, as roupas de frio do Brasil não costumam aquecer o suficiente para aguentar o inverno americano. Leve apenas o básico para sobreviver um ou dois dias.

Outra dica importantíssima é evitar o uso de muitas peças ao mesmo tempo, pois o uso exagerado de camadas limita o movimento dos músculos, fazendo com que o corpo tenha dificuldades em produzir calor.

Investir em roupas térmicas costuma ser a melhor solução para sobreviver ao inverno americano; elas têm a função de manter a sua temperatura corporal evitando que o corpo fique gelado.

Peças para extremidades

Para sobreviver às baixíssimas temperaturas, é essencial que suas extremidades estejam protegidas. Por isso, lembre-se de aquecer bem as mãos, pés e orelhas.

Ao escolher a sua bota você deve ter uma atenção especial. É importante que os calçados sejam à prova d’água e reforçados o bastante para aguentar baixas temperaturas.

Também é essencial selecionar modelos de cano alto e com forração interna para manter os pés bem aquecidos. Essas peças costumam evitar a umidade que surge dentro do calçado, já que elas facilitam a respiração da pele.

As meias também merecem uma atenção especial: nada de usar aqueles modelos brancos vendidos nas lojas brasileiras. Invista em materiais sintéticos ou lãs. Também vale usar mais de uma camada de meia.

Mas tome o cuidado de não deixar o seu calçado apertado demais. Sempre compre as duas partes (sapato + meia) juntas e certifique-se de que a combinação é confortável.

Outra dica importante se dá em relação às luvas. Sabemos que, atualmente, muita gente mexe no celular o tempo todo e as luvas acabam se tornando um problema. Por isso, uma forma bem legal de resolver isso é utilizando duas peças.

A primeira deve ser mais fina e sensível para as telas touch. Já a segunda deve ser mais resistente, como as luvas de couro e as sintéticas. Também é importante checar se ela é impermeável.

Como dirigir um carro na neve

Saber dirigir na neve é uma das etapas principais do guia de sobrevivência ao inverno americano. Conduzir um automóvel nas ruas e estradas esbranquiçadas requer alguns cuidados especiais; mas não se preocupe, é mais tranquilo do que parece.

O primeiro passo é conhecer as leis de trânsito dos Estados Unidos. Depois, basta redobrar o cuidado. Tenha em mente que será impossível alcançar as velocidades normais durante a nevasca. Portanto, vá devagar.

Além de diminuir a velocidade, é extremamente importante que você faça movimentos lentos. Pressione o pedal do acelerador, movimente o volante e pise no freio da maneira mais suave que conseguir.

Também é legal manter uma certa distância de automóveis grandes, como ônibus e caminhões, pois esses veículos podem lançar água contra o seu carro, dificultando a visão.

Tipo de carro

Se você quer adquirir um veículo ou trocar o que possui, o ideal é optar por um carro com tração nas 4 rodas, freios ABS e controle de tração.

Tenha em mente que nem sempre essas são características de um off-road. Existem inúmeros modelos Hatch e Sedan que vêm com esses itens de fábrica.

Como planejar a rotina

Algumas cidades dos Estados Unidos possuem um inverno extremamente rigoroso. Por isso, é importante que você faça um bom planejamento antes da estação chegar.

Além de se equipar com roupas apropriadas e outros objetos necessários, calcule o gasto com a eletricidade (já que os aquecedores ficarão ligados por mais tempo) e estabeleça como você fará a limpeza da neve na porta de sua casa e garagem.

Comprar uma pá de neve é essencial. Se você optar por fazer a limpeza sozinho, tire cerca de uma hora para fazer isso. Também é importante combinar como será feita essa faxina com o seu landlord — o dono do lugar em que você pretende morar.

Como aproveitar o inverno americano

Sabemos que inverno combina com casa, cobertor e chocolate quente. No entanto, o inverno americano pode proporcionar dias incríveis se você for aos lugares certos.

O Central Park em Nova York, por exemplo, fica especialmente lindo depois de um dia de neve. Museus, cafés e até lojas multimarcas podem ser considerados locais para passeios interessantes.

Sair para esquiar é quase uma tarefa obrigatória durante o inverno. Se está na Califórnia, uma ótima pedida é conhecer o lago de águas esverdeadas Tahoe ou fazer um passeio pela cidade de San Francisco.

Como conciliar o inverno americano com as crianças

Se você pretende morar nos Estados Unidos com seus filhos, é importante estar familiarizado com a expressão Snow Day.

Na prática, o Snow Day quer dizer que as aulas estão canceladas naquele dia devido à neve ou ao frio.

Nos EUA, a maioria das crianças utiliza os ônibus escolares ou vai caminhando para as escolas e o motivo de não ter aula é garantir a segurança dos alunos.

Mas não se preocupe, quando acontece o Snow Day, a diretoria entra em contato com os pais de todos os alunos. A TV local também disponibiliza a lista de instituições que vão fechar.

Para muitos, o frio pode ser uma desvantagem no que diz respeito a morar nos Estados Unidos. No entanto, no país norte-americano você tem a oportunidade ter uma qualidade de vida que, muitas vezes, no Brasil não seria possível.

Tente aproveitar os dias frios e faça da sua estadia uma incrível experiência. Se você gostou desse artigo sobre como sobreviver ao inverno americano, que tal compartilhá-lo nas redes sociais?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s