Adquirir um carro quase nunca é uma missão fácil. São vários modelos, marcas e preços que devem ser analisados para que você não se decepcione posteriormente com a sua escolha.

A decisão se torna ainda mais difícil se você não mora no Brasil e precisa de um veículo no país em que reside atualmente.

Hoje, vamos mostrar como escolher o melhor carro 4×4 para comprar nos EUA. Além de veículos com tração nas quatro rodas, este artigo pode ser interessante para você que busca adquirir um carro no país vermelho e azul. Se aventure no nosso superartigo!

Comprar um veículo nos Estados Unidos

Ao adquirir um carro no país norte-americano, você encontrará algumas diferenças quando comparadas ao Brasil, como preço, formas de financiamento e burocracias com o documento de habilitação. Vamos entender cada uma delas?

Entenda o financiamento no país estado-unidense

As formas de financiar um veículo nos Estados Unidos diferem um pouco da forma como é feito no Brasil. Vamos, brevemente, tentar explicar as diferenças:

Concessionária

Pegar o financiamento das concessionárias é bom, pois é a forma mais rápida e conveniente de adquirir o seu veículo. Porém, você pode se sentir pressionado pelos vendedores, pois eles vão querer te vender itens adicionais, o que fará o veículo ficar mais caro. Além disso, os preços das concessionárias, geralmente, são mais caros.

Bancos e financiadoras

As taxas de juros são competitivas com o mercado, o serviço é personalizado e você não vai gastar com adicionais (o valor financiado vai te permitir comprar o veículo que esteja dentro da sua taxa pré-aprovada). O ponto negativo fica por conta da burocracia para conseguir o carro, visto que a aprovação só pode ser feita em horário comercial e dia útil.

Instituições online

Para comprar pelo financiamento online, as taxas são competitivas no mercado e, normalmente, é rápido e fácil. Porém, o serviço não é personalizado e algumas fraudes podem acontecer no caminho.

Empréstimo garantido por imóvel

Nos EUA é possível usar seu imóvel como garantia do financiamento. As taxas também podem ser competitivas e você consegue abater impostos nessa forma de pagamento. O perigo? Você está juntando dois bens e, se acontecer algum problema financeiro no caminho, você pode perder os dois itens.

Compreenda como se tira habilitação nos EUA

Basicamente, a diferença entre a forma de tirar a carteira nos Estados Unidos e no Brasil é somente uma: lá não tem o exame psicotécnico. Ou seja, você faz a prova de legislação, o teste de visão e o exame de direção. Mas vamos nos aprofundar mais nesses tópicos:

Prova de legislação

Lá nos Estados Unidos, cada estado tem uma legislação própria, portanto, é necessário estudar as leis da região em que você mora. E existe uma forma bastante prática de fazer isso. Basta colocar no Google “nome do estado + driver handbook” e você faz o download do livro.

Registro

Na terra do Tio Sam, também não é preciso assistir a aulas. Se registre, pague a taxa e faça a prova. Atenção! Veja quais os documentos necessários no seu estado para fazer o registro. Tudo certo? Você será colocado em um computador e fará uma prova. Precisa acertar de 70% a 80% do conteúdo, dependendo do estado em que você está.

Exame de visão

No segundo passo, depois de aprovado no primeiro, claro, você passará por um exame que atesta sua visão. Se aprovado, você recebe uma carteira provisória. Com ela, você já pode dirigir, desde que tenha alguém habilitado com você. Isso mesmo! Quem te ensina a dirigir é algum amigo ou familiar, não existe “professor”.

Prova de direção

Está preparado? Então vá para a última etapa! Pague mais uma taxa e vá fazer a prova de direção. Diferença importante: você deve levar seu próprio carro, não existe carro de autoescola lá como aqui. Você pode fazer a prova no carro em que está acostumado a dirigir.

O que é avaliado? Se você sabe frear, acelerar, estacionar, parar em lugares obrigatórios etc. Trocar marcha também é observado, mas lá quase todos os carros são automáticos. Foi aprovado? Pronto! Está com a habilitação em mãos.

Informação interessante: se você tem mais de 18 anos, você pode fazer todos esses processos no mesmo dia. Ou seja, entra desabilitado e sai pronto para rodar por aí. Outro detalhe importante é que sua carteira de motorista vai durar o mesmo tempo de permanência do seu visto, ou seja, ela não é eterna.

Compare os preços dos veículos

Adquirir um carro é, sem dúvidas, mais lucrativo nos EUA. Obviamente, existem variações, mas na maioria das vezes, veículos lá são 50% mais baratos. Não marque bobeira.

Saiba quais os documentos necessários para comprar um veículo

A burocracia necessária para adquirir um veículo nos Estados Unidos é, na medida do possível, simples.

Para adquirir um veículo, tenha o passaporte em mãos. Pode ser que a loja te peça mais alguns documentos, mas não é nada incomum.

Também possa ser exigida a apresentação de um comprovante de residência. Normalmente, endereços de hotéis e hospedagens não são aceitos. Ou seja, o imóvel, alugado ou não, deve estar no seu nome. Não são aceitos também documentos em nome de terceiros.

Aprofunde seus conhecimentos sobre o carro 4×4

Depois de explicadas as burocracias do país, vamos conhecer mais sobre o potente 4×4?

O que é

Um veículo 4×4 distribui a força do motor nas quatro rodas do veículo, diferente da maioria dos automóveis em que a tração está depositada, em sua maioria, nas rodas dianteiras. O que isso significa? Que o veículo tem mais aderência e sua força é bem distribuída.

Full-time e part-time

No sistema full-time, é necessária a presença de um diferencial central, que compensa a diferença de velocidade das rodas dianteiras e traseiras. Alguns veículos com esse sistema são o Subarua Impreza e o Land Rover Defender.

O sistema part-time tem por característica ter apenas uma caixa de transferência. Exemplos: S10 e Ford Ranger.

4×4 de tração integral

Um veículo 4×4 ter tração nas quatro rodas não quer dizer, necessariamente, que a força estará, o tempo inteiro, dividida entre os pneus. Isso dependerá das condições em que o seu veículo está.

Explicando melhor: para que o carro se adapte melhor às curvas e asfaltos sem que mude de forma drástica a dinâmica do veículo, a força é distribuída entre os eixos. Ou seja, em veículos de tração integral, um eixo não recebe 100% do torque em nenhum instante. Digamos, assim, que o sistema é automático.

Modelos de tração temporária

Diferente do que foi explicado no tópico anterior, a tração temporária depende do toque humano. Quando necessário, o motorista ativa a tração nas quatro rodas, dependendo do estilo de percurso que o motorista está passando. Com o “botão” desativado, o veículo se torna comum, com tração 4×2.

Melhores trajetos para automóveis 4×4

Obviamente, veículos 4×4 não devem ser utilizados apenas em percursos offroads. Mas eles são ideais para alguns tipos de estradas que carros comuns não são indicados.

Terra

Encontrar um trecho arenoso, em um carro “comum”, pode fazer você atolar facilmente. Em um veículo 4×4, você não terá esse tipo de problema, pois você sempre terá aderência e força suficiente.

Subidas acentuadas

Carros menos potentes podem se encontrar em situação de perigo em uma subida muito intensa. O veículo 4×4 não tem esse problema. É só engatar a marcha e subir, suavemente, sem risco de derrapagem, pois a tração será contínua e constante.

Buracos

Esse é um problema para todos os donos de veículos, mas a dor de cabeça é bem menor para proprietários de carros 4×4. Ao avistar uma erosão na pista, basta passar por ela, suavemente, em um ângulo que não vá prejudicar o seu para-choque. Você consegue superar o obstáculo sem grandes problemas.

Pedra

Quer situação mais chata que passar por estrada de terra e ouvir os objetos batendo no fundo do seu carro, parecendo que um pedaço do veículo fica a cada bacada? Pois é, os veículos 4×4, por serem mais altos, não têm esse tipo de problema.

Dica importante: tente sempre passar com as rodas por cima das pedras maiores, para evitar que danifique o motor ou o assoalho do carro.

Conheça o custo-benefício de cada modelo

Preparamos uma lista com quatro modelos de carro 4×4 para comprar nos EUA para talvez te ajudar no processo de escolha do seu veículo.

Chevrolet Suburban

Não seria nenhum exagero dizer que esse talvez seja o carro mais americano que existe. O modelo surgiu em 1933 e, apesar de receber a tração 4×4 somente nos anos 60, se encaixa extremamente bem nessa lista.

O Suburban é uma perua com cara de caminhonete, com três fileiras de bancos e com espaço no porta-malas para caber as bagagens de toda essa gente. Pouco grande e imponente, hein?

Não é tão veloz, nem tão confortável, nem tampouco ágil, mas a sua principal característica é o seu tamanho: com ela, você pode ir a qualquer lugar e, pode ter certeza, espaço não vai faltar.

O tamanho pode ser um problema para as ruas estreitas do Brasil — só de largura, o carro ocupa mais de dois metros. Na tabela Fipe, um Suburban novo custa mais de R$200 mil.

Porsche Cayenne / Macan

Um modelo de carro em que podemos dizer que tem de tudo em um veículo só. O SUV da Porsche foi lançado em 2001 e, até hoje, com modelos mais modernos, faz sucesso entre os norte-americanos.

Tem um bom desempenho, é luxuoso e o espaço interno é ótimo. Sua capacidade offroad é algo incrível, comparando-se a veículos como o Jeep. Pode-se dizer que desempenho, agilidade e prazer ao volante, que geralmente só eram encontrados em carros esporte, foram acoplados no Cayenne, com todo espaço e praticidade de um SUV.

É comumente chamado de perua disfarçado de carro aventureiro. O estilo agradou e, sem dúvidas, veio para ficar. O preço do modelo novo assusta: chega a custar quase R$500 mil no Brasil.

Range Rover

Talvez um dos veículos mais bonitos e famosos, a Range Rover conquistou o coração dos norte-americanos. Lançado junto do Cayenne, o modelo tem uma vida longa à frente. O modelo de 2002 já era extremamente luxuoso.

É um utilitário que impressiona pelas suas características, sejam elas internas ou externas, pelo seu conforto e pela tecnologia de ponta. Sem dúvidas, um dos melhores modelos de veículo 4×4 produzidos.

Porém, o preço realmente assusta, pelo menos aqui no Brasil: o modelo mais caro pode custar acima de R$1 mi. Nos Estados Unidos, sem dúvida, vale menos, mas também não será o veículo mais em conta.

Icon FJ

Esse veículo é um 4×4 com cara de aventureiro. Lembra muito um jipe e parece que está sempre pronto para cair no meio de um percurso turbulento com você.

A história desse carro é interessante. O veículo foi criado por um apaixonado por veículos, John Ward, que, não satisfeito com alguns modelos, resolveu criar o estilo que gostava por conta própria. E deu certo.

Mesmo já tendo trabalhado com a Toyota, Ward criou sua própria montadora, a Icon. E o Icon FJ é um dos melhores modelos já feitos, seja em conforto ou em desempenho. Dizem que é feito para durar para sempre, mesmo que tenha um visual estético não tão atrativo quanto os carros atuais.

Um problema: a fábrica produz cerca de 50 veículos anuais. Por que é um problema? O preço é bastante alto (superior ao da Range Rover).

Faça um test drive

Agora, chegou a hora de fazer o test drive! E test drive é com a Inman Motor Sales, que oferece ao cliente condições de crédito e financiamento muito atrativas, principalmente para imigrantes brasileiros que, geralmente, têm dificuldade em adquirir automóveis nos EUA por não ter crédito no país.

Neste tópico, você vai aprender o que deve ser observado durante o período em que estiver com o carro para o test drive:

Regule o banco

O primeiro passo ao entrar no veículo escolhido é regular o banco. Veja como se sente sentado, como fica a sua visão nos retrovisores, veja o nível de conforto em que você está. Nada de comprar um carro em que você se sente desconfortável e sentado igual ao Corcunda de Notre Dame na posição do motorista.

Aproveite cada instante do teste

Geralmente, o percurso de um test drive é curto (uns dois quilômetros). Portanto, aproveite cada metro percorrido. Sinta cada curva, tente passar por lombadas, paralelepípedos, por ruas em mau estado de conservação, em cima de bueiros.

Sim, parece maldade, mas andar em boas condições de rodagem é fácil para qualquer carro. O importante é saber como ele se comportará em situações adversas de trajeto. Andar pelos caminhos citados vai mostrar a você a estabilidade do veículo escolhido.

Atente-se aos pedais

Ao sair para as ruas, observe como os pedais respondem, como a resposta do acelerador, a distância da embreagem (caso a transmissão seja manual) e como funciona a frenagem. Você pode até estranhar um modelo novo, mas tem que estar seguro no comando do carro. Que tal tentar uma baliza?

Investigue o carro

Não saia com dúvidas do test drive. Abra o porta-malas, porta-luvas, mexa na regulagem dos bancos, nos retrovisores. Ou seja: não passe vontade. De preferência, leve algum amigo ou familiar com você para te ajudar a olhar todos os mínimos detalhes do modelo.

Analise o tamanho do veículo

Muita gente se esquece desse detalhe, mas é importante analisar, ainda mais quando se trata de um 4×4. O veículo cabe na sua garagem? Parece tolice, mas pode acontecer.

Já pensou você passar por todos os processos e, ao chegar em casa, descobrir que a sua garagem é menor que seu carro? Então, analise esse aspecto antes de fechar o negócio.

Mantenha o veículo com a manutenção em dia

Depois de comprar o carro, nada de deixá-lo ao léu. Confira dicas de como deixar o seu veículo com a manutenção em dia. As dicas parecem óbvias, mas a quantidade de motoristas que têm uma tremenda dor de cabeça por deixar de olhar esses itens é imensa!

Correia dentada e velas de ignição

A previsão de troca de uma correia dentada é, geralmente, a cada 50 mil km rodados. Um mecânico consegue avaliar para você se está na hora de trocar o equipamento.

Já as velas de ignição te dão o aviso quando precisam se trocadas: o aumento de combustível cresce consideravelmente, o carro dá trabalho para dar partida e as marchas ficam desreguladas. O ideal é trocar a cada 20 mil km rodados.

Óleo de motor e filtro

Manutenção básica no bê-a-bá de todo bom motorista. Trocar o óleo do motor do veículo e também o filtro de ar é primordial para um bom desenvolvimento do seu veículo. Imagine que você está numa aventura offroad e, de repente, seu carro para de funcionar porque você esqueceu de verificar o óleo. Ninguém merece, não é?

Então, fique atento. Quando você troca o óleo você já sabe quantos quilômetros você pode andar.

Bateria

Verifique se a bateria está carregada e os cabos que conectam o aparelho ao seu veículo estão limpos e desoxidados. É interessante verificar a condição da bateria, dos polos e do alternador pelo menos uma vez por ano.

Pneus e rodas

Claro que você, aventureiro por natureza, não vai deixar as condições das rodas da sua 4×4 em mau estado, não é mesmo? Calibrar o pneu semanalmente e verificar o seu estado é fundamental.

Para saber se já é hora de trocar a borracha da roda faça um teste com uma moeda de R$1. Se aquela parte dourada do objeto ficar de fora do sulco do pneu, a troca é recomendada.

Tenha cuidado com o valor do veículo adquirido

Não caia na tentação de comprar um carro com um valor que você não consegue pagar. Sério! Ficar inadimplente no seu país já é ruim, no exterior é pior ainda. Mas isso não quer dizer que você deve comprar um carro que está caindo aos pedaços.

Nos Estados Unidos, existe um sistema em que você consegue acompanhar o histórico do veículo caso ele seja usado. Ele se chama Carfax e te dá um extrato de todo local em que o carro já passou, assim como multas e manutenções feitas nele.

Ou seja, a chance de existir fraude, como no Brasil, em que os “espertões” adulteram a quantidade de quilômetros rodados para tentar passar um veículo para frente de maneira mais fácil, é praticamente nula.

A Inman Motor Sales espera ter te ajudado na descoberta de como escolher um carro 4×4 para comprar nos EUA. E ela quer te ajudar ainda mais. Ficou com alguma dúvida? Tem algum assunto que ficou mal resolvido para você? Quer ajuda durante o processo?

Então você está no lugar certo! Entre em contato com a gente! Teremos o maior prazer em ajudá-lo!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s