Comprar um carro faz parte dos sonhos de todo brasileiro que vai para os Estados Unidos. Realizar esse desejo pode ser empolgante, no entanto, é importante não permitir que a ansiedade te leve a fechar um negócio ruim.

Quer evitar que o sonho de comprar seu carro se transforme em pesadelo? Preparamos uma lista com 8 perguntas para comprar um carro. Continue a leitura e confira!

1. Quanto você pode pagar por mês?

Para responder a primeira das perguntas para comprar um carro, deixe seu orçamento guiar suas decisões. Apenas considere modelos dentro de suas possibilidades. Se você conhece a prestação que se encaixa no seu salário, você consegue determinar o pagamento mensal máximo que pode assumir.

Ao se informar sobre o preço do carro desejado torna-se possível avaliar diferentes formas e taxas dos empréstimos disponíveis e identificar qual o tamanho do impacto que isso vai gerar na sua renda mensal. Experimente pagar uma parte em dinheiro e certifique-se que a taxa oferecida pelo vendedor é mais baixa do que o seu banco ou cooperativa de crédito oferece.

2. Qual é o preço total do carro?

Pesquise os preços em várias concessionarias, guias de carros e outros recursos. Também é importante dar uma olhada nos preços das prestações e no preço de venda sugerido pelo fabricante — em inglês, manufacturer’s suggested retail price (MSRP) — de qualquer carro que você considere comprar.

Não se deixe iludir pela promessa de parcelas mensais baixas. Concentre-se no valor total que você pagará pelo carro. Negocie os menores custos para o veículo, incluindo taxas e opcionais antes de discutir o financiamento.

Fabricantes de automóveis algumas vezes oferecem baixas taxas de juros que podem parecer bem atrativas. Porém, muitas vezes ao escolher essa forma de pagamento abre-se mão de um desconto no preço à vista, aumentando o custo total do carro.

Uma opção que deve ser avaliada é pegar um empréstimo em uma cooperativa de crédito. Dessa forma é possível aproveitar o desconto do fabricante com taxas de juros ainda interessantes, reduzindo o custo total do financiamento.

3. Como ter certeza de que o carro está em bom estado?

Se você pretende adquirir um carro usado é muito importante ter consciência da história do veículo. Sempre obtenha um relatório do histórico para aferir a quilometragem e verificar se ocorreram danos no passado.

Também é importante procurar um mecânico certificado para confirmar as condições de compra. Se o vendedor parecer hesitante em permitir uma inspeção, prossiga com muito cuidado. O mais cauteloso é desistir do negócio com esse comerciante e buscar outra oportunidade.

Outra dica valiosa é que com base no VIN — vehicle identification number, ou número de identificação do veículo, em português — é possível obter um relatório com informações sobre a história do carro. Podemos, por exemplo, verificar se o automóvel foi exposto a algum acidente, desastres naturais e de que forma os reparos foram feitos.

Verifique também com o concessionário o registro das revisões efetuadas naquele veículo. Caso a empresa de venda tenha feito a manutenção corretamente, você tem grandes chances de ficar um bom tempo sem precisar fazer alguma correção no veículo.

4. Como você vai utilizar o carro?

Encontrar o carro sob medida para você começa pela identificação das suas necessidades. Pense sobre os itens que você considera relevantes. Saber onde e como você vai usar o veículo é extremamente relevante para uma decisão acertada.

Se o seu trajeto predominantemente for por estrada sem asfalto, opcionais como a tração nas quatro rodas são muito mais importantes do que para veículos de circulação urbana ou pelas estradas.

Outro ponto importante é o tipo de carga que você transporta normalmente. Se você pretende transportar grande quantidade de mercadorias, considere a compra de uma pick up; já se a preferência é o transporte da família um utilitário pode ser muito mais interessante para você.

Leve em consideração também outros itens, como consumo de combustível, performance, conforto dos passageiros e os dispositivos de segurança disponíveis. Falando em segurança, experimente verificar na internet como o veículo que você está de olho se saiu na manobra do alce. A segurança pode fazer toda a diferença na decisão de compra!

5. Quais serão os custos de manutenção?

Muitas pessoas compram carros que não conseguem manter e logo são obrigados a repassar o veículo. Isso é muito triste, mas podemos evitar com alguns cuidados básicos na hora da compra. O custo de manutenção varia entre as marcas, modelos e até ano de fabricação.

Existem algumas opções para encontrar os valores dos modelos que você está pensando em comprar. É possível procurar a informação em sites automotivos ou entrando em contato com mecânicos e em conversas com proprietários. É muito importante consultar e conhecer as experiências de donos dos veículos desejados.

Ainda falando de manutenção, lembre-se de questionar sobre a disponibilidade de peças para a reposição. Em caso de problema e necessidade de substituição de itens, dependendo do estoque de peças do fabricante, você pode ficar dias ou até semanas aguardando o componente para o conserto.

6. Qual seria o custo do seguro?

Ao levantar o custo total do seu carro, lembre-se de que o seguro varia muito em relação ao modelo de veículo e ano de fabricação. As seguradoras também levam em conta a região onde o carro será utilizado e o local que ficará guardado.

Os custos com seguro são relevantes ao tratarmos dos gastos anuais com o carro. Ligue para as companhias de seguro para avaliar quanto custará a proteção para os modelos que você está pesquisando, pois isso evitará surpresas desagradáveis.

7. Qual é a cobertura da garantia?

Uma boa garantia oferece uma proteção completa em relação aos custos futuros de reparos. Durante a compra, procure saber exatamente qual é a cobertura e por quanto tempo.

Algumas garantias podem incluir assistência a paradas na estrada, uma vantagem que pode te proteger em viagens. Compare as opções de garantia com o que é coberto pelo seu seguro de forma que você não pague pelo mesmo serviço duas vezes.

Questione qual é a política de devoluções da empresa. Algumas concessionárias podem rir dessa pergunta, porém, uma empresa séria provavelmente te dará tempo para repensar a compra e, pelo menos, te oferecerá outro carro pelo mesmo valor. A regra é que nenhuma te devolverá o dinheiro.

8. Como ficará o preço na revenda?

Por último, mas não menos importante, você deve fazer uma projeção de quanto tempo você pretende ficar com o carro e tentar prever o preço da revenda.

O valor da revenda é muito importante, pois normalmente os proprietários utilizam esse valor de entrada na compra de um veículo novo. Verifique os guias NADA para ter noção e avaliar os valores para comércio e varejo de carros usados.

Se você gostou das dicas sobre perguntas para comprar um carro, entre em contato conosco e conheça nossos serviços!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s